Higienização da escova de dentes deve ser diária

Postado em 06/07/2017

Higienização da escova de dentes deve ser diária

Manter em dia a higiene da boca é muito importante para a sua saúde e a do seu filho. E a limpeza da escova de dentes faz parte desse cuidado. Não basta lavar e retirar o excesso de água da escova. É preciso higienizá-la diariamente com produtos que tenham ação antimicrobiana, como os enxaguantes bucais. Isso porque, em nossa boca, existem cerca de 900 espécies de bactérias capazes de sobreviver por um dia inteiro entre as cerdas, prontas para "voltar ao lar" na próxima escovação.

Uma pesquisa feita em 2008 pela Forp (Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da USP) mostrou que, entre 40 mães de bebês de 1 a 3 anos, apenas uma fazia desinfecção da escova dental. O resultado foi ainda pior com as mães de crianças entre 6 e 12 anos: das 40, nenhuma relatou fazer a higienização. E apenas quatro das participantes do estudo disseram ter recebido algum tipo de orientação sobre cuidados com as escovas após o uso.

Para Paulo Nelson Filho, especialista em odontopediatria e um dos realizadores desse levantamento, a orientação deve partir dos dentistas para que a higienização das escovas torne-se parte da rotina dos pacientes. "Assim como ninguém reutiliza fio dental ou veste a mesma roupa por dias seguidos, a desinfecção desses itens é um hábito de higiene pessoal que deve ser adquirido", reforça o pesquisador.

Como fazer:

1. Armazene o enxaguante bucal numa embalagem spray de plástico ou de vidro.

2. Borrife-o nas cerdas e na cabeça da escova uma vez ao dia, após escovar os dentes à noite.

3. Guarde a escova no armário do banheiro e não sobre a pia. O banheiro é o cômodo da casa que está mais sujeito à contaminação por microorganismos.

4. Antes de utilizar a escova novamente, pela manhã, lave-a em água corrente. Assim você retira as bactérias mortas.

5. Para eliminar o excesso de água após a escovação, bata o cabo da escova na pia. Não use a toalha de rosto para secá-la.

O que comprar:

Há diferentes princípios ativos nos enxaguantes bucais. Segundo Nelson Filho, os mais eficazes para desinfecção são os que apresentam a substância digluconato de clorexidina, em concentração de 0,12%. "Mas não importa o produto que você escolha. O fundamental é fazer a higienização correta", diz o especialista.

 

 

Outras Notícias

 

Apneia do sono pode causar problemas comportamentais em crianças
Postado em 20/07/2017

Se o seu filho não anda dormindo bem, atenção! Pesquisadores da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, acabam de divulgar os resultados de um novo estudo que concluiu que a má qualidade do sono pode estar ligada ao desenvolvimento de uma série de problemas...
leia mais »

4 mitos da dislexia
Postado em 13/07/2017

A dislexia é a dificuldade para ler, escrever e se expressar. Saiba algumas histórias bem mentirosas sobre o problema

A dislexia é caracterizada pela dificuldade na área da leitura, escrita e expressão. Contudo, ela é identificada na sala de aul...
leia mais »

Lição de Casa
Postado em 29/06/2017

Ao iniciar o ano letivo, a animação é geral, a turma nova, as novidades para contar, pais, professores e alunos descansados. Porém esse entusiasmo dura pouco, quando a lição de casa começa a ser motivo de conflitos entre pais e professores.

...
leia mais »