Como defender seu filho dos abusos na internet

Postado em 04/02/2018

Como defender seu filho dos abusos na internet

Os abusos são frequentes, mas estão sob a mira das leis brasileiras. Saiba como é possível se defender das violências cometidas na internet

Basta um click para ferir quem está conectado à internet, tanto faz a idade. No caso de uma criança, o risco é maior: ingênua, ela acredita que tudo é permitidona rede - e acaba se tornando alvo de colegas da escola, que falam mal dela em um perfil criado com esse fim. "É exemplo rotineiro", conta Sandra Tomazi Weber, do escritório Patricia Peck Pinheiro Advogados, especializado em Direito Digital. "Mas o pior é que os comentários são disseminados por celular, ampliando o bullying".

Segundo o artigo 17 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), bullying é crime de difamação - e, se o infrator for menor, seus pais serão entendidos como responsáveis. Por isso, Cristina Sleiman, pedagoga e advogada de mesma especialização, ressalta: "A internet não é um mundo à parte, ao contrário. Cada um responde pela postura que assumir, tudo fica registrado e serve de prova". Com a ajuda das advogadas, indicamos a seguir como se defender dos abusos virtuais, sob o amparo das leis.

Outras Notícias

 

Meninos e Meninas
Postado em 09/08/2018

Por volta dos sete anos de idade é comum que os grupinhos de amizade apareçam, isso em razão do amadurecimento da criança, que começa a perceber que existem diferenças entre as meninas e os meninos.

Aparece a vergonha e, em razão dela, af...
leia mais »

Problemas de audição e respiração
Postado em 30/07/2018

A criança nasce e já é capaz de escutar. Mas há casos de perda auditiva desde o nascimento ou provocada por infecção nos primeiros meses de vida. Sem ouvir direito, a criança tem o desenvolvimento da linguagem comprometido, assim como o contato com...
leia mais »

Férias Escolares – o que fazer com as crianças?
Postado em 21/07/2018

Nessas condições, os pais devem organizar atividades para que as férias se tornem prazerosas para seus filhos, mesmo não tendo viajado.

Para isso, é bom manter os contatos sociais tanto com pessoas da família como avós, primos e tios, par...
leia mais »